25 de jul de 2012

O Que São Os Sonhos?

| |

Trouxe a vocês duas opiniões sobre o que são os sonhos. Uma da Wikipédia (abaixo) e outra do Ronaldo Cardim (leia mais para ver a opinião).

*****

O sonho é uma experiência que possui significados distintos se for ampliado um debate que envolva religião, ciência e cultura. Para a ciência, é uma experiência de imaginação do inconsciente durante nosso período de sono. Os sonhos noturnos são gerados, na busca pela realização de um desejo reprimido. Recentemente, descobriu-se que até os bebês no útero têm sono REM (movimentos rápidos dos olhos) e sonham, mas não se sabe com o quê. Em diversas tradições culturais e religiosas, o sonho aparece revestido de poderes premonitórios ou até mesmo de uma expansão da consciência. - Wikipédia.


Abordagem psicológica.
______________________________________________________________________________

Os sonhos são cargas emocionais armazenadas no inconsciente, que projetam imagens e sons, e de acordo com Freud como sabemos que os objetos nos sonhos são derivados de cargas emocionais, podemos através deles chegar a raiz ou seja as emoções que geraram essa imagem ou som. Sendo estudados corretamente pode-se descrever, ou melhor, conhecer o momento psicológico do indivíduo. Fazendo uma analogia, poderíamos pensar numa espécie de "fotografia" do inconsciente naquele momento. Por isso, o sonho sempre demonstra aspectos da vida emocional. Nos sonhos sua linguagem são o que Freud denomina símbolos. Para entender seus variados conteúdos, temos que reconhecer o que os símbolos representam nesse sonho. semelhante ao que foi estudado por Stanislavski, a simbologia dos sonhos não só está dada pelo contato que o criador do sonho teve com o objeto mas também com o caráter, ou seja, a forma que ele lida relaciona sentimentalmente esse objeto a coisas de sua vida, um exemplo prático o mar pode apresentar distintas simbologias (que são importantes para a interpretação dos sonhos se trata de descobrir a raiz) variando de pessoa a pessoa (inclusive a época) para alguns o mar pode significar destruição (o mar destruindo estruturas deixadas na praia) mas para outros invasão (a água avançando e invadindo território) de acordo com Freud o que a pessoa sente quanto a esse objeto ou essa situação é fundamental para a interpretação de sonho."Os sonhos são a estrada real para o conhecimento da mente". Portanto as terapias psicanalíticas usam interpretação dos sonhos como um recurso para "elaborar". Carl Gustav Jung passou a se dedicar profundamente aos meios pelos quais se expressa o inconsciente. Em sua teoria, enquanto o inconsciente pessoal consiste fundamentalmente de material reprimido e de complexos, o inconsciente coletivo é composto fundamentalmente de uma tendência para sensibilizar-se com certas imagens, ou melhor, símbolos que constelam sentimentos profundos de apelo universal, os arquétipos.


Sonhos e revelações.
______________________________________________________________________________
A oniromancia, previsão do futuro pela interpretação dos sonhos, tem grande credibilidade nas religiões judaico-cristãs: consta na torá e na bíblia que Jacó, José e Daniel receberam de Deus a habilidade de interpretar os sonhos. No Novo Testamento, São José é avisado em sonho pelo anjo Gabriel de que sua esposa traz no ventre uma criança divina, e depois da visita dos Reis Magos um anjo em sonho o avisa para fugir para o Egito e quando seria seguro retornar à Israel.
Na história de São Patrício, na Irlanda, também figura o sonho. Quando escravizado, Patrício em sonho é avisado de que um barco o espera para que retorne à sua terra natal.
No Islamismo, os sonhos bons são inspirados por Alah e podem trazer mensagens divinatórias, enquanto os pesadelos são considerados armadilhas de Satã.
Filósofos ocidentais eram céticos quanto ao tema religião e sonhos, por alegarem que não haveria controle consciente durante os sonhos, mas estudos recentes analisando movimentos dos olhos (REM) durante o sono mostram resultados cientificamente comprovados com sonhos lúcidos, que se contrapõem às teorias anteriores.
Pensadores e matemáticos como René Descartes e Friedrich August Kekulé von Stradonitz também tiveram em sonhos visões reveladoras. Descartes, em viagem à Alemanha, teve uma visão em sonho de um novo sistema matemático e científico. Kekulé propôs a fórmula hexagonal do benzeno após sonhar com uma cobra que mordia sua própria cauda.


Ronaldo Cardim.
______________________________________________________________________________
Existem 2 tipos de sonhos:
- Um é resultado de manifestação instintiva ou mecanismo inconsciente que revive lembranças de fatos ocorridos no dia a dia, são mais comuns quando ainda em sono leve. Este pouca importância e pouca influência tem em nossa vida diária.
- O outro tipo de sonho, porém, exerce grande influência em nossa vida, por isso vamos falar dele com bastante cuidado e detalhadamente.

Para entender realmente o que é esse sonho, é preciso entender que quando dormimos, apenas o nosso corpo físico repousa. O nosso espirito desliga-se parcialmente do corpo físico enquanto este está adormecido e volta ao plano espiritual onde participa ativamente de diversas atividades.
Quando o corpo físico vai acordar o espirito volta e reassume o seu invólucro carnal, trazendo gravado as lembranças e imagens das experiências vividas na outra dimensão da vida. Essas lembranças são o que chamamos de sonhos.

Os sonhos absurdos com imagens irreais, lugares esquisitos, são distorções causadas pela grande diferença da relação tempo/espaço que existe entre o plano físico (material) e o plano espiritual.
Apesar dessas diferenças há grandes possibilidades de entendermos e decodificarmos as mensagens dos sonhos, muito embora para isso haja necessidade de treino e conhecimento relativo de si mesmo. Isso porque no lado da vida espiritual as imagens e fatos que vivenciamos são muito semelhantes com as imagens e fatos que lá nos são descritos por outras entidades espirituais. Por exemplo, quando sonhamos que estamos participando de uma aula, em uma sala com vários outros alunos, quando acordamos teremos essa imagem na lembrança. Essas imagens, porém, podem ser de uma atividade (aula) que realmente tenhamos participado lá no plano astral, como também, ser a lembrança de um diálogo tido com um espírito no qual ele nos tenha narrado algo sobre uma sala de aula, ou nos aconselhado a participar de alguma aula. Essa semelhança existe porque a forma usada pelos espíritos para comunicarem-se não é a fala, como nós nos comunicamos, (mesmo porque o espírito não tendo corpo físico não dispõe de um aparelho fonador).

A transmissão do pensamento, imagens, intenções, sentimentos, é feita de mente para mente de forma direta e clara, assim , quando um espírito quer dizer para o outro que "viu uma praia", ele passa para a mente do outro a imagem da praia que ele viu, o que dá uma idéia muito mais clara do que a nossa forma de comunicação, e causa ao espírito que recebeu a mensagem a impressão de ter visto aquele local, embora a tenha apenas recebido através da comunicação de outro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

x Leia o post antes de comentar!
x Sem xingamentos.
x Comentários sem conteúdo serão ignorados.
x Se quiser que eu visite seu blog deixe o link do seu blog no final do comentário.