4 de mai de 2013

Dançando com a Morte.

| |

Você pode me ouvir? Você está atrasada para sua própria morte. A morte dança ao seu redor enquanto as pessoas choram ao te ver partir. Pense: Você mereceu o amor deles ou eles mereceram a sua morte? Você foi miserável, levou uma vida miserável. Era infeliz e não mudava mesmo tendo tudo. A morte esteve ao seu lado e se cansou de ouvir suas preces pela própria morte. Você ainda pode me ouvir? Você agora dança com a morte, despreocupada, mas está chorando. Porque está chorando? A morte é fácil, a vida é difícil. Não era o que queria? Que tudo se tornasse fácil? Preste atenção, minha querida princesa: ainda podemos nos encontrar. No exato momento que você começar a se importar. Olhe para si mesma, olha para o que fez com você, comigo. Destruindo a si e a todos que a amam. Deveria ser um peso nas costas. Olhos tão sinceros, coração tão escuro, e assim você se vai, mas uma alma vazia. Ainda está ai? Querida olhe para mim, preste um pouco mais de atenção: eu a amo, mas não vou te fazer ficar se é isso que pensa. Dance, dance para longe da dor, para longe de tudo. Morra em paz, minha querida princesa.
Priscila Vallejos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

x Leia o post antes de comentar!
x Sem xingamentos.
x Comentários sem conteúdo serão ignorados.
x Se quiser que eu visite seu blog deixe o link do seu blog no final do comentário.